Simpatectomia torácica

Essa cirurgia na região do tórax é realizada com objetivo de eliminar o suor em excesso da face, couro cabeludo, pescoço, mãos, axilas e também pode ser realizada para eliminar o suor das costas/tórax e abdômen/lombar. O Dr. Malucelli utiliza uma técnica cirúrgica que permite fazer a cirurgia sem precisar desinsuflar (murchar) o pulmão. Utiliza, também, técnica menos invasiva fundamentada nas inovações do Dr. Malucelli.

Posicionamento do paciente e da equipe médica em uma vídeo cirurgia do tórax. Deitado está o paciente sob anestesia geral e ao redor o cirurgião principal e o cirurgião auxiliar com os instrumentos de vídeo cirurgia em mãos. Além disso há mais um médico auxiliar e a instrumentadora.

Realizamos 2 incisões (0,7 a 1 centímetro) em cada lado do tórax. Colocamos o toracoscópio adaptado a uma microcâmera de alta resolução e o primeiro passo será identificar a cadeia simpática torácica com seu tronco principal, gânglios e ramos pre e pós ganglionares.

Representação da região interna do tórax. A linha amarela representa o nervo simpático, gânglios e ramificações. As indicações em azul apontam a nomenclatura médica T1, T2, T3, etc. Os locais onde devem ser seccionados/clipados o nervo e suas ramificações variam de acordo com o(s) local(is) onde a pessoa apresenta suor em excesso e a quantia de sintomas.

A interrupção da mensagem que é enviada pelo nervo simpático torácico pode ser realizada de várias formas: clipagem, secção do nervo, secção de ramos periféricos, ressecção de parte do nervo, secção de gânglios, etc.

Cicatriz de pós-operatório imediato da simpatectomia torácica. O tamanho pode variar de 0.7 a 1.1cm.

Cicatriz de pós-operatório tardio (mais de 6 meses) da simpatectomia torácica.

Reversão da cirurgia do suor utilizando a clipagem (simpaticoclipagem)

O Dr. Malucelli é pioneiro no Brasil na utilização da clipagem do nervo simpático na cirurgia do suor. Essa técnica é menos invasiva e permite a tentativa de reversão da cirurgia.

Mais sobre a Simpaticoclipagem